TikTok: a nova rede social que é um fenômeno

Gestão_10032019

Você já ouviu falar no Tiktok? A rede social vem batendo recorde de download no mundo, ultrapassando a marca de 1 bilhão, tanto é que nos Estados Unidos já superou até o Instagram. Tanto sucesso só pode ser explicado pelo objetivo da plataforma, que permite aos usuários a criação de vídeos divertidos, apelando para o humor. E cá entre nós, quem não gosta disso?

tik-tokFoto | Reprodução: TikTok

A rede foi criada na China em Agosto do ano passado e desde sua apresentação faz sucesso nos Estados Unidos, como já falamos, e Austrália, embora seu maior público esteja na China e na Índia.

O TikTok foi criado para permitir a interação ‘obrigatória’ entre os usuários. Nele você pode postar vídeos de 15 segundos, editá-los e ainda acrescentar efeitos e trilha sonora. Como a maioria dos vídeos tem certo humor, o público é bastante jovem e, segundo a rede social, 41% dos usuários têm entre 16 e 24 anos.

Já vimos que a plataforma é um fenômeno, certo? Pois é, e por isso mesmo tem chamado a atenção das empresas chinesas, indianas e americanas. Nem precisamos dizer que é só uma questão de tempo para que ela faça sucesso nas empresas brasileiras, né? (ou não…).

Algumas vantagens da plataforma estão na segurança e proteção dos usuários, que receberam investimento contra assédio e uso indevido. Isso permitiu uma estrutura confiável, com teste de recursos e funcionalidades, alinhamento de objetivos e, claro, o foco inquestionável para conquistar públicos cada vez maiores. Além disso, também há uma vantagem em relação ao marketing viral, ainda um desafio para redes sociais como Instagram e Facebook. O Tiktok promete não atrapalhar o ‘andamento’ da coisa, já que os usuários não conseguem simplesmente ignorar o que está no feed e rolar para ver outra coisa. Pelo contrário, eles vão passando pelos vídeos e interagindo.

E você, o que acha do Tiktok? Será que ele pega aqui no Brasil com uma pegada voltada para as empresas?

Conheça o nosso trabalho: www.gestaoderedessociais.com

Banner_blog_alt

Marketing de conteúdo nas redes sociais

gestao_blog_12032019(1)

Muitos empreendedores não conseguem impulsionar suas vendas atualmente, é o seu caso? O marketing de conteúdo, quando trabalhado com consistência, é capaz de trazer resultados reais para o seu negócio.

É bem comum que algumas empresas enxerguem as redes sociais somente como um veículo de relacionamento com o cliente, incluindo a resolução de problemas. Essa visão prejudica as estratégias de venda, um dos objetivos do marketing de conteúdo nas mídias sociais. Por isso, é preciso passar do cenário já ultrapassado de empreendedor somente para empreendedor digital.

O consumidor está cada vez mais consciente do que procura e, por isso mesmo, mais exigente. Há uma busca por informações rápidas e precisas, o que fortalece a função das redes sociais como intermediadoras e, por assim dizer, “motor” de negócios nos últimos anos. Afinal, as pessoas acabam usando as redes sociais – principalmente o Instagram  e Facebook – para comprar de suas marcas favoritas.

Alguns aspectos são primordiais se você quer descobrir como usar o marketing de conteúdo para impulsionar suas vendas nas redes sociais. Vamos lá?

1. Foco

Qual o foco principal de produzir conteúdo para as redes sociais da sua empresa? Claro que o uso da plataforma em si, seja o Facebook, Instagram, Twitter ou outra rede para gerar visibilidade, audiência, engajamento e autoridade.

2. Formato de conteúdo

Dependendo do formato de conteúdo utilizado é surpreendente o número de conversões. A produção de conteúdos não se limita ao formato de texto, mas também vídeos, áudios, infográficos, gifs e imagens, como já falamos em outro post aqui no blog. – Leia também 6 formatos de conteúdo de sucesso.

3. Segmentação

Outro aspecto que merece destaque é a segmentação do público, o que é muito pertinente se você  vai impulsionar um conteúdo através de uma campanha paga, por exemplo. A ideia aqui não é alcançar muita gente, mas atingir as pessoas certas.

4. Geração de valor

Se você acha que falar o tempo todo sobre a sua empresa diretamente, ou seja, através de conteúdos institucionais, é o que vai dar resultados, ainda dá tempo de mudar de ideia. Como assim? O usuário procura por conteúdo relevante, isso significa mantê-lo interessado no que você publica, respondendo dúvidas e criando um relacionamento mais de perto com o seu potencial cliente. Quem dá valor ao que você oferece é você mesmo e só depois o usuário. Por isso, reflita sobre o que tem feito nas redes sociais e otimize suas estratégias para não perder mais dinheiro.

5. Exclusividade

A sua meta principal ao criar uma página é construir uma audiência para gerar vendas, certo? Mas qual é a do usuário ao buscar por um produto ou serviço, que é oferecido da mesma forma por duas empresas diferentes? Se o produto e as informações são iguais, ele vai recorrer ao menor preço. Voltamos ao item anterior, geração de valor. Quem determina o valor é você e só então depois o seu potencial cliente. Para fazer isso, você precisa oferecer exclusividade. Aquilo que a concorrência não tem, não faz e não oferece.

6. Versatilidade

Se nós não somos os mesmos, por que oferecer sempre o mesmo para o seu cliente? Reveja seus produtos e serviços, formas de pagamento, suporte e formatos de conteúdo. Versatilidade é uma das características mais importantes para quem não quer se acomodar e abrir espaço para a concorrência.

Impulsionar suas vendas é uma batalha diária travada com você mesmo e com o que você oferece nas redes sociais, a partir do valor que você mesmo enxerga. Quanto de ‘você’ está presente e focado em otimizar suas estratégias?

 

Conheça o nosso trabalho: www.gestaoderedessociais.com

Marketing Emocional nas Redes Sociais

gestao_blog_05032018

Os seres humanos são dotados de uma capacidade magistral de sentir o tempo tempo, podendo alternar entre diferentes sentimentos ao longo do dia. Isso acontece com os colaboradores, com o chefe, os potenciais clientes e já clientes, ninguém escapa da montanha russa de emoções.

O marketing emocional lida justamente com o lado humano e, por isso, há uma preocupação com a nutrição e construção de um vínculo entre o cliente e uma marca, produto ou serviço. Agora você deve estar se perguntando “qual a diferença entre o marketing emocional e o marketing sensorial?” Simples, enquanto o marketing sensorial é efêmero e tem o intuito de PRECIPITAR uma venda, o marketing emocional, ao contrário, deseja nutrir um relacionamento duradouro. Os resultados do marketing emocional são alcançados, portanto, trabalhando a retenção de clientes, pós-venda, feedback e atendimento ao cliente.

A função básica do marketing é oferecer soluções para os seus clientes, certo? O marketing emocional o enxerga como um ser deficiente, ou seja, algo está faltando e, portanto, existe uma carência que precisa ser suprida por quem vende determinado tipo de produto e/ou serviço.

O marketing emocional é fundamental para manter o ponto de equilíbrio de qualquer negócio, fortalecer sua base de clientes (não só nas redes sociais) e até conquistar defensores da sua marca de forma orgânica. Dois pontos aqui merecem destaque: é mais barato manter um cliente do que conquistar um novo; um cliente fiel gasta mais na sua loja do que um novo cliente.

Como qualquer relacionamento duradouro, o marketing emocional também precisa de bases sólidas para permanecer atuante e funcionando a pleno vapor. Como estamos falando de emoções e sentimentos, nada mais justo do que considerar o maior responsável pela existência do vínculo afetivo: o amor. Ele é a expressão máxima de engajamento nas redes sociais. Quando a experiência é boa, o desejo é curtir, comentar, compartilhar e falar sobre a experiência positiva com outras pessoas. Outra base essencial é a experiência; o contato com a sua marca, seja através de um produto, serviço, mensagem ou qualquer outro, precisa ser memorável (no bom sentido) para o seu cliente. Nosso cérebro lembra de mais episódios ruins do que bons, por isso ter uma preocupação em oferecer experiências incríveis pode ser bastante oportuno. Outra base que ajuda a solidificar o marketing emocional é o conteúdo: ele não é só o que leva à conversão e a venda, mas é também o que preenche o vazio, a espera e a experiência.

E você, tem mostrado para o seu cliente que se importa com ele?

Conheça o nosso trabalho: www.gestaoderedessociais.com

Instagram: 5 dicas para gerar leads na rede social

blog_gestao_25022019

Antes de darmos 5 dicas preciosas para você gerar leads no Instagram é importante recapitular três aspectos que a sua rede social precisa ter para obter os resultados esperados e, quem sabe, superar as expectativas. Preparado?

O Instagram, quando usado com inteligência e de forma estratégica, é capaz de ser uma máquina de gerar leads. Essa ideia não é utópica, mas não deve ser atropelada pela falta de preparo na hora de pensar em estratégias que o transformem nessa máquina. Isto é, criar um perfil qualquer e fazer uma postagem aqui e outra ali, mesmo que com frequência, não é suficiente para alavancar suas vendas. Não fique surpreso, é que são necessárias otimizações para que você alcance o resultado esperado.

Existem três aspectos que devem ser levados em consideração antes mesmo de você pensar em geração de leads, são eles: a criação de um perfil comercial para a conta do seu negócio; conta pessoal nem pensar. Através da conta comercial é possível ter acesso às métricas em tempo real sobre o desempenho das suas publicações, inclusive no stories, ver informações sobre seus seguidores e observar as interações com as suas postagens, além de adicionar informações importantíssimas sobre a sua empresa, como horário de funcionamento, localização e canais de contato: e-mail e telefone profissionais. Pois bem, além da criação de um perfil comercial, é preciso ter domínio sobre os recursos do Instagram. Apesar de ser uma rede social intuitiva, como qualquer outra, o Instagram possui ferramentas e recursos disponíveis que exigem mais dedicação. Por isso, muitas empresas optam por uma equipe especializada em gestão de redes sociais; o intuito é ter tempo para se dedicar ao que realmente importa e deixar que os profissionais de mídias sociais fiquem responsáveis por um trabalho de qualidade, alcançando os resultados esperados. O terceiro aspecto diz respeito a regularidade de publicações, que talvez seja um problema para a maioria das empresas. A falta dela afeta diretamente na autoridade da sua marca, trazendo a máxima “quem não é visto não é lembrado.”

Apesar do Instagram estar em constante evolução e aprimoramento, selecionamos 5 dicas quase que atemporais para gerar leads nessa rede social:

1. A bio é a sua primeira impressão

 

Uma bio criativa, que chame a atenção e faça o seu público querer saber mais sobre o seu negócio, é imprescindível.

2. Na era de automação seja mais humano

Calma, sabemos que a automação é indispensável para o sucesso do Instagram. O que queremos dizer é que usar os recursos da rede social para transmitir uma marca humana e preocupada com os seus seguidores e clientes faz a diferença! O stories, portanto, pode ser usado para a realização de enquetes, menções a outros perfis, divulgação de novidades, vídeos curtos com as novidades que chegaram, com os vendedores da loja física mostrando os detalhes dos produtos ou, até mesmo, fazendo algo engraçado com filtros bonitinhos e figurinhas. Isso tudo pode parecer algo completamente desnecessário a princípio, mas a união de todas essas estratégias é capaz de modificar a forma como os seus seguidores encaram o seu negócio e gerar a tão buscada empatia e, consequentemente, confiança. Tudo isso facilita na hora de gerar leads ou você acha que bastam as tão batidas publicações no feed?

3. Num mundo de fantasias mostre o real

O que é real tem um impacto indiscutível na vida de todos nós. Publicações originais, inovadoras e reais chamam mais a atenção daqueles que “passeiam” pelo feed sem qualquer surpresa no mundo de fantasias que elas acompanham. Esse posicionamento é capaz de fazer com que a sua marca se sobressaia as outras, que apenas seguem o fluxo “normal” da rede social. Pessoas de verdade gostam de comprar de empresas reais, ou seja, quanto mais próxima a sua for dos seus seguidores maiores as chances de eles se tornarem leads e, consequentemente, clientes.

4. Campanhas, campanhas, campanhas

Três vezes pra você não ignorar essa 4ª dica! O Instagram Ads permite a segmentação do público de forma precisa, gerando leads com um excelente custo-benefício. Outra dica é investir no retargeting, ou seja, anúncios que alcancem aquelas pessoas que já visitaram seu site ou perfil antes.

5. Parcerias são super bem-vindas

As pessoas que tem um grande número de seguidores e são chamados de influenciadores digitais não tem esse nome em vão. Elas são capazes de influenciar diretamente as decisões e opiniões de seus seguidores. Agora pinte um cenário em que você tem parceria com um influencer do seu estado (afinal, segmentação é importante), com um total de 3K (milhões) de seguidores. Uau, exatamente, essa deve ser sua reação. São 3 milhões de pessoas visualizando a sua marca!

Curtiu muito esse post e já está animado para bombar o seu Instagram com leads? Conheça o nosso trabalho e fale com a nossa equipe: www.gestaoderedessociais.com | comercial@maxisite.net

ADAPTAÇÃO DE CONTEÚDO: 3 DICAS PARA FAZER A SUA SER UM SUCESSO

maxisite_19022019_blog

Você já se perguntou como dizer a mesma coisa sem cansar as pessoas? Pode ter certeza de que não está sozinho nessa! Esse é um dos grandes desafios, talvez o maior, quando o assunto é estratégia de marketing.

Estamos tão acostumados a falar sobre público-alvo, afinal todo mundo sabe o quanto é importante atingir as pessoas certas, que escolhemos ir por outro caminho nesse post: formatos. Isso mesmo, nem todo mundo gosta de consumir conteúdos no mesmo formato o tempo todo. Isto é, se suas redes sociais estão repletas de textões que não dizem nada ou apenas imagens, sem nenhum tipo de apelo visual, é hora de mudar de rota e adaptar seu conteúdo! Mas como fazer isso sem ficar repetitivo?

Reforçando ideias

Não há nada nessa vida tão simplista que não possa ser explicado mais de uma vez, só que de formas diferentes. Explicamos: você pode lançar um tema mais complexo e segmentá-lo, a fim de manter o interesse do público já engajado ou simplesmente repetir a mesma mensagem com pegadas diferentes. Se você tem uma loja que está em troca de coleção, por exemplo, pode lançar uma campanha que privilegie o gatilho da escassez como: “TROCA DE COLEÇÃO, última oportunidade pra você garantir peças novas no armário”, assim como: “DESCONTO PROGRESSIVO: TROCA DE COLEÇÃO – 1 é pouco, 2 é bom, 3 É DEMAIS!”. O mais surpreendente é que seus potenciais clientes nem se dão conta de que o seu objetivo é o mesmo (vender), porque a mensagem é diferente!

Otimizando suas estratégias sempre que necessário

Investir em diferentes formatos garante que a sua audiência receba diferentes mensagens sobre o mesmo assunto e perceba valor nisso. Por exemplo, será que quando o tema é relacionado a saúde, apenas um formato – com definição do tópico, explicação: transmissão, causas, sintomas e tratamento – é o suficiente para esclarecer o assunto ao público? É necessário identificar as necessidades do próprio eixo temático e observar se o conteúdo ficará simplista diante da enorme complexidade que é a nossa saúde.

Adaptando os campeões de engajamento

Sabe aquele post que fez chover reações, interações e compartilhamentos no feed? Esse é, sem dúvida alguma, um campeão de engajamento e merece ser adaptado e republicado. Não se tratando de notícias, que acabam perdendo relevância em 2 dias ou 3, conteúdos atemporais merecem ser adaptados.

Curtiu esse conteúdo e quer saber mais sobre o assunto? Conheça o nosso trabalho: www.gestaoderedessociais.com e fale com a nossa equipe: (24) 2237-0107 ou através do whatsapp: (24) 98839-6811