Facebook: Integração do Messenger, Instagram e Whatsapp para troca de mensagens

gestao_blog_05022018

Mark Zuckerberg, diretor executivo do Facebook, planeja realizar a integração entre o Messenger, o Instagram e o Whatsapp. O objetivo é permitir a troca de mensagens entre as três redes sociais, que continuarão funcionando de forma autônoma, com criptografia de ponta a ponta para garantir o sigilo de todos os conteúdos enviados pelos usuários.

 

Segundo o jornal americano The New York Times, a mudança ainda não tem data certa para ocorrer, mas a expectativa do lançamento é entre final de 2019 e início de 2020. Com a mudança os usuários poderão enviar mensagens do Facebook para aqueles que têm apenas Whatsapp, por exemplo.

 

Em muitos países, as pessoas dependem de um ou dois serviços de correio. Na China, o WeChat, da Tencent, é o aplicativo mais popular, enquanto o WhatsApp é usado muito mais na América do Sul. No entanto, os americanos preferem serviços diferentes, como mensagens SMS, Apple iMessage e vários aplicativos de bate-papo do Google.

Para o Facebook, as mudanças representam uma oportunidade melhor para gerar dinheiro com o WhatsApp e o Instagram, que atualmente não geram muita renda, embora tenham um grande número de usuários (não mais que o Facebook):

 


Facebook é a rede social com maior quantidade de usuários. WhatsApp, Facebook Messenger e Instagram ocupam a terceira, quarta e sexta posições respectivamente. | Fonte: Statista

Agora você deve estar pensando como isso pode impactar o seu negócio, certo? Basicamente o aumento do engajamento do público, que tem como consequência o aumento no leque de propagandas e diversas formas de ganhar dinheiro. Ainda segundo o jornal americano, através da integração das plataformas, uma das formas de obter lucros será através da cobrança de uma taxa para aqueles que desejarem publicar algum tipo de propaganda.

 

Sem dúvida alguma, outro aspecto que merece destaque é maior agilidade na resposta aos potenciais clientes e, melhor, sem prejuízo de informações. Tudo estará integrado, já que não será necessário iniciar uma conversa em uma rede social e ir para outra.

 

E você, o que acha dessa novidade?

Conheça o nosso trabalho: www.gestaoderedessociais.com

Como abraçar a transformação digital em 2019

gestao_blog_25012018

Reinventar-se é fundamental para manter a relevância do seu negócio, principalmente nas redes sociais, e não se pode falar nisso sem pensar em transformação digital. Confira as etapas para abraçar a transformação digital no seu negócio!

Abandonar a ideia de que a transformação digital é só tecnologia: é crucial pensar quais oportunidades a transformação digital proporcionará para o seu negócio. Por isso, definir KPIs¹ s que garantam uma análise justa dos resultados esperados é crucial;

Mostrar os benefícios da transformação digital para o seu cliente: quando falamos em benefícios estamos falando principalmente de expectativa; o atendimento das expectativas dos consumidores por aplicativos, automação, inteligência artificial e conectividade móvel. Nessa etapa para o sucesso fazem parte: o valor da sua marca online, a jornada de clientes e, primordialmente, o conteúdo relevante.

 

Demonstrar coerência: agora não há mais espaço para aquele velho ditado “casa de ferreiro, espeto de pau.” É preciso que todas as suas estratégias estejam alinhadas e integradas, demonstrando coerência e compromisso com os seus valores.

Entender que a tecnologia é o meio e as pessoas o fim: seus colaboradores possuem as habilidades necessárias para alcançar o objetivo estabelecido e a tecnologia lança mão do entendimento, organização e disponibilidade ininterrupta. É o melhor de dois mundos! Não se trata de uma competição, mas de um trabalho em equipe!

__

¹ KPI é a sigla para o termo em inglês Key Performance Indicator, que significa indicador-chave de Desempenho. Esse indicador é utilizado para medir o desempenho dos processos de uma empresa e, com essas informações, colaborar para que alcance seus objetivos.

Qualquer empresa pode aproveitar as oportunidades geradas pela transformação digital: otimização do atendimento ao cliente, processos de trabalho mais ágeis, operações automatizadas, entre outras. E você, já abraçou a transformação digital?

Curtiu esse conteúdo? Conheça o nosso trabalho: www.gestaoderedessociais.com

Black Friday 2018: 7 dicas de sucesso para vender mais

gestao_06112018(1)

Novembro é o mês que clientes e empresas aguardam a chegada da Black Friday, que já dá indícios nas primeiras semanas do que está por vir nas lojas físicas e virtuais. Quem trabalha com vendas precisa se engajar com as estratégias que servirão para impulsionar ainda mais o fechamento de compras.

Uma das maiores dúvidas em relação a campanhas é “como faço pra inovar este ano?”. E a resposta é muito simples, fazendo algo que ainda não foi feito nos anos anteriores e utilizando o que já deu certo e o que não deu para que as coisas funcionem efetivamente este ano.

Uma das formas de investir  na Black Friday é a criação de campanhas recorrentes e que criem expectativa desde o início do mês. Muitas pessoas trabalham dessa forma, geralmente apoiados por uma equipe especializada em marketing digital.

Lembre-se sempre do seguinte: quem não é visto não é lembrado. Você precisa aparecer tanto no que diz respeito a sua loja física, preparo e capacitação de funcionários, organização de prateleiras e expositores de forma estratégica, quanto nas redes sociais. Tudo precisa estar alinhado de forma que não haja espaço para que não ocorra um aumento das vendas, independente da crise que assola o país. O verdadeiro empreendedor não dá desculpas nem pra si mesmo nem para os outros, ele parte para a ação. É este o propósito da criação de campanhas referentes a uma data comemorativa, como a Black Friday.

Uma das maiores queixas dos consumidores em relação a Black Friday são os preços enganosos. Isso requer muita atenção, porque é extremamente prejudicial a imagem da marca, credibilidade, transparência e confiança; nunca se sabe quais serão os desdobramentos de uma ação como essa. Neste caso, as redes sociais podem acabar propagando que a sua loja não é confiável, o que é prejudicial em todos os sentidos. Por este motivo, crie promoções reais!

Aproveitar os Marketplaces neste período também é uma decisão inteligente! Lá você tem não só os seus clientes, mas também potenciais clientes. Aquelas pessoas que compram/consomem em outra empresa e que podem, por que não, optar pela a sua se a oferta for irresistível.

Crie expectativa! Como já falamos, muitas pessoas trabalham dessa forma. Um exemplo de estratégia que cria expectativa é o remarketing, publicidade para clientes potenciais baseada nas ações dos usuários. Leia também Remarketing: como usá-lo a favor do seu negócio.

Use e abuse das redes sociais, um canal de comunicação e aproximação com potenciais clientes incrível e repleto de oportunidades!

Curtiu esse conteúdo? Confira os planos que podem ajudar você a ter sucesso no seu negócio: www.gestaoderedessociais.com

Desejamos boas vendas e boa sorte! ☘☘☘

Como fidelizar meus clientes

gestaoderedes_blog_27092018

Você já parou para pensar que na grande maioria das vezes o sucesso do seu negócio está ligado não ao que você vende, mas como vende? Esse é um princípio do processo de fidelização B2B (Business to Business). Independente do segmento ou porte da sua empresa: pequeno, médio ou grande; para a grande maioria dos clientes o que importa é ter suas necessidades atendidas. Nesse sentido, as empresas que investem em entender os desejos dos seus clientes e nas soluções de seus problemas conseguem fortalecer sua presença no mercado!

Vamos ver em alguns passos como tornar o processo de fidelização possível?

 

1. Conhecendo as necessidades dos seus clientes

Não há como gerenciar suas estratégias de venda sem medir suas ações. Por isso, conhecer as necessidades do seu cliente e medir as ações que dão certo são duas tomadas de decisões fundamentais para que ele continue fiel a sua empresa. Exemplos disso são o mapeamento do nível de satisfação com o seu produto e/ou serviço, além de uma comunicação mais efetiva e um relacionamento mais próximo com o seu cliente.

 

2. Invista em um programa de fidelidade

Quem não gosta de ganhar uma promoção? Com o seu cliente não é diferente! Um programa de fidelidade permite que o seu cliente continue frequentando o seu estabelecimento, além de abrir as portas para que potenciais clientes se interessem pelos seus produtos e/ou serviços!

 

3. Lembre-se do pós-venda

Oferecer uma boa experiência para o seu cliente será um grande diferencial, já que grande parte das empresas não investe no pós-venda como deveria. Vendeu um produto e/ou serviço para o seu cliente? Agende um período após a primeira compra, que pode variar de 7 a 30 dias (de acordo com o seu segmento ou preferência), para entrar em contato e perguntar o que ele achou, se teve suas necessidades atendidas, entre outras coisas que podem ser pertinentes para o seu feedback e para demonstrar que o seu cliente é importante para a sua empresa!

 

Conheça as ferramentas que podem ajudar você a FIDELIZAR SEUS CLIENTES >>>

 

★ Gestão de Redes Sociais

Fidelizar clientes inclui técnicas de gestão, atração, conversão e retenção , tendo um efeito poderoso no crescimento do seu negócio. Nesse sentido, o atendimento é um dos pontos principais para que ela aconteça. Mas atendimento não se resume apenas a atender o telefone, responder às perguntas e dúvidas ou estar presente nas redes sociais. Isso é essencial, claro, mas ainda mais importante é atender o seu cliente com cordialidade e DEDICAÇÃO em todos os canais de comunicação! Afinal, quem não gosta de se sentir especial? ;)

Fazer uma análise dos pontos positivos e negativos do seu negócio é uma ótima forma de saber o que já funciona e o que precisa ser melhorado para que você fidelize seus clientes. Para isso, você pode fazer uma lista com os seguintes pontos:

● de que forma trabalho nas minhas redes sociais para vender mais?

● como o cliente chega à minha loja?

● meu cliente compra já na primeira vista ao meu site?

● meu cliente retorna à minha loja virtual ou física para realizar novas compra?

●  todos os meus clientes indicam o meu negócio para amigos e familiares?

● há desistência da compra? Se sim, qual o motivo mais comum?

● como é feito o atendimento no processo de compra do cliente?

● como é feito o meu pós-vendas?

● como são as políticas de troca da minha loja?

● as entregas são feitas dentro do prazo estabelecido?

 

Essas são somente algumas sugestões que a Gestão de Redes Sociais oferece para melhorar a experiência do seu cliente, tanto nas suas redes sociais quanto na sua loja virtual.

 

★ Cartão Fidelidade Digital por apenas R$15,00/mês

Seu cliente retorna ao seu estabelecimento, consumindo novos produtos e/ou serviços, participa de promoções e ganha prêmios incríveis, estabelecidos por você, ao completar a cartela de pontos!

COMO FUNCIONA?

- Você faz o cadastro no site;

- Preenche os dados solicitados;

- Faz upload da sua marca;

- Cadastra a promoção e a quantidade de pontos desejados;

- Divulga para os seus clientes;

- Seu cliente faz o download do nosso app na loja do Google ou da Apple;

- Preenche um cadastro simples.

 

Pronto, quando seu cliente for até o seu estabelecimento:

- Basta clicar no ícone do Cartão Fidelidade para abrir o app;

- Listar as empresas;

- Selecionar o seu estabelecimento;

- Você poderá dar os pontos pela sua área administrativa ou direto no celular do seu cliente.

 

★ App de Delivery

Comodidade, facilidade, rapidez e qualidade são itens que todo cliente leva em consideração ao se lembrar do atendimento de qualquer restaurante, principalmente quando o serviço de delivery é oferecido. Aqui vão alguns motivos pra você passar a ter o seu app de delivery:

. NÃO cobramos por entregas;

. Você controla tudo pela web, por smartphone ou computador;

. A cobrança é feita pelo próprio estabelecimento por cartão de crédito ou dinheiro;

. Sem pedido em papel: o pedido do seu cliente vai para o Whatsapp do motoboy para a

entrega;

. Seu cliente acompanha o status do pedido pelo app;

. Você fideliza seus clientes dentro do app.

. Tudo isso e muito mais por apenas R$69,90/mês

 

Curtiu nossas dicas e tem alguma dúvida? Fale com a nossa equipe, será um prazer

atender você! :D

Prefiro e-mail: comercial@maxisite.net

Prefiro whatsapp: (24) 98865-4493

Cross-selling: 3 maneiras de usá-lo para vender mais

gestaoderedes_09072018

Quem é empreendedor está sempre preocupado quando as vendas caem, seja na loja virtual ou física. Mas esse é um problema, na maioria das vezes, possível de ser resolvido e a melhor estratégia para reverter essa situação é através do foco no cliente.

Conhecida por estimular o aumento de vendas, a técnica do cross-selling pode ser muito útil para qualquer tipo de segmento que deseja aumentar as suas vendas. Mas afinal de contas, como funciona? O cross-selling consiste em oferecer produtos complementares aquele que o seu cliente comprou ou está disposto a comprar. Na prática, é como se quando seu cliente fosse no seu restaurante comprar um sanduíche, você oferecesse batatas como um adicional. A probabilidade dele comprar só o sanduíche é muito pequena perto do que foi oferecido por um preço bacana; as batatas. Entende como isso afeta a decisão do seu cliente?

O interessante dessa técnica de vendas é que o seu sucesso depende basicamente das vantagens que você oferece aos seus clientes, ou seja, depende de você. Agora você deve estar se perguntando como fazer isso, certo? Simples! Com apenas 3 passos, é possível aplicar a técnica do cross-selling no seu negócio sem muito esforço e zero dor de cabeça.

 

Mostrando para o seu cliente que você se importa com ele

Quando você mostra que a sua empresa se importa com o seu cliente, a probabilidade dele comprar o produto complementar é enorme. Seja na loja virtual ou na loja física, evite frases como “você pode gostar disso” e tente algo como “com certeza você vai gostar disso”. Se você tiver um restaurante, por exemplo, tenha no caixa algumas trufas e outras opções de sobremesa. Assim, quando seu cliente for pagar a conta, você não perde a oportunidade em oferecer um docinho para fechar com chave de ouro o almoço.

 

Oferecendo uma experiência completa

Quando seu cliente compra um item que é vendido separado, mas que pode ser vendido como conjunto; o esforço em vendas é mínimo quando o cross-selling é feito. Pense numa compra de espartilho no sexshop. Claro que a sua cliente pode comprar só o espartilho, mas há outros itens que podem ser vendidos como complementos, formando um conjunto: a cinta-liga e a meia-calça. Opa, olha aí uma oportunidade de colocar em prática a técnica do cross-selling!

 

Não seja agressivo na venda

Claro que você quer e precisa vender mais, mas a técnica do cross-selling é baseada numa venda que já está fechada. Então, a melhor maneira de não prejudicar a sua compra ou a sua marca é sendo comedido. Como? Oferecendo uma única vez e se for do interesse do seu cliente e ele se sentir confortável, a compra complementar também será fechada.

 

Conheça melhor o nosso trabalho nas redes sociais: www.gestaoderedesociais.com