Gestão de Redes Sociais: a febre da compra de seguidores

gestao_blog_04012018

Você já se perguntou: por que tenho tantos seguidores e poucas curtidas? Ou ainda: vale a pena comprar seguidores? Esses são questionamentos muito comuns quando se quer conquistar um engajamento daqueles nas redes sociais.

O que todos sabem, mas as vezes acabam se esquecendo é que nas redes sociais quantidade é tão importante quanto qualidade. É preciso que haja qualidade na produção de conteúdos para que o público se interesse pela rede social e, ao mesmo tempo, envolvimento com as publicações. A interação acaba servindo como prova social para que outras pessoas também interajam com o perfil ou a página. – Leia também Prova social: como ela faz você vender mais. Ou seja, a qualidade dos conteúdos gera alcance que, por sua vez,  gera o tão sonhado aumento do número de seguidores.

Isso responde a pergunta da compra do número de seguidores, que virou uma febre no perfil de pequenas, médias e grandes empresas. Podemos dizer que eles são parasitas das redes sociais ou “enfeites”, porque não interagem com as postagens e acabam prejudicando o alcance das publicações. Sem essas interações, por mais interessante que seja o conteúdo, as postagens acabam virando poeira digital.

Tão importante quanto pensar no número de seguidores é pensar na qualidade do conteúdo oferecido, através da segmentação do público-alvo. – Leia também Buyer Persona: como ela pode ajudar a sua empresa. Em outras palavras, conhecer quem são os seus consumidores, aqueles que realmente se interessam pelo que você oferece em termos de produtos, serviços e informações de forma geral. – Leia também People Marketing: quem é a pessoa por trás da sua compra? São essas pessoas que farão suas redes sociais crescerem, sem que seja necessário aderir a febre da compra de seguidores.

Entre as desvantagens da compra de seguidores estão: conteúdo menos relevante devido aos algoritmos das redes sociais; penalização das redes sociais; perda de credibilidade; variação enorme do número de seguidores devido aos perfis falsos. Precisa dizer mais?

Um negócio real tem a preocupação de trabalhar para conquistar seguidores reais, que queiram ter acesso ao conteúdo oferecido diariamente no feed delas, que consumam seus produtos/serviços e contribuam para as suas vendas, que indiquem a sua empresa para outras pessoas e que acompanhem as suas redes sociais.

A nossa Gestão de Redes Sociais é real! Não trabalhamos com sorte, fazemos acontecer! Conheça nosso trabalho: www.gestaoderedessociais.com | Fale com a nossa equipe: (24) 2237-0107 ou comercial@maxisite.net

Facebook: 5 tendências de que você precisa conhecer

gestao_27122018_blog

Que o Facebook preconiza as notícias de acordo com o interesse dos pessoas não é novidade, prova disso é a utilização do Edgerank. O algoritmo responsável por filtrar as publicações e mostrar o que é mais relevante para você e para todos os outros usuários. – Leia também Edgerank: saiba como usar o algoritmo do Facebook a se favor.

Se por um lado há um filtro de tudo que é relevante, por outro há um enorme excesso de informações diárias. Isso acaba dificultando o alcance orgânico das publicações, ou seja, o número de pessoas as quais as suas publicações foram exibidas por meio de uma distribuição não paga, o que tem impacto direto no engajamento e conversão dos usuários.

Isso não quer dizer que todo o trabalho está perdido, existem formas de obter bons resultados. Confira as tendências de anúncios no facebook que você precisa conhecer já!

1. Alcance abaixo de zero

Se você quer atingir o maior número de pessoas precisa, sim, investir nos seus anúncios. Fazendo isso você estará potencializando o alcance da sua publicação, além de oferecer um conteúdo relevante para os usuários e aumentar as possibilidades de engajamento e conversão.

2. Vídeo, o melhor aliado

O Facebook se transformou numa corrida maluca de informações, quem ganha? Quem consegue despertar o interesse do usuário e tem maior engajamento. Nesse sentido, os vídeos saem na frente. Aposte em vídeos curtos, trabalhe o marketing de conteúdo de forma concisa e estratégica, utilize o recurso história e aposte em transmissões ao vivo. – Leia também Marketing de conteúdo nas redes sociais: saiba como fazer!

3. Valorização de negócios pequenos e locais

Há uma forte tendência em se valorizar negócios pequenos e locais no Facebook. Por isso, dependendo do seu nicho de atuação, vale a pena investir em estratégias que potencializam o conhecimento da sua marca. Uma dica é a parceria com microinfluenciadores.

4. Anúncios no messenger

Como o espaço por um lugar no feed está cada vez mais concorrido é necessário encontrar novas formas de anunciar. Por que não no messenger? A ideia é entrar em contato com as pessoas que já seguem a sua empresa, pela maior probabilidade delas comprarem o que você vende.

5. Disponibilidade inquestionável

As pessoas não querem ver o chat verde e ficarem sem resposta. Independente do conteúdo da mensagem enviada: crítica, agradecimento, sugestão ou dúvida, é necessário estar presente 24h por dia. Sem falar que a demora na resposta pode ser muito prejudicial para a sua página.

Curtiu essas dicas? Conheça a nossa Gestão de Redes Sociais e fique a frente da sua concorrência: www.gestaoderedessociais.com | Fale com a nossa equipe: (24)2237-0107

Como usar o Facebook para VENDER MAIS?

gestaoderedes_23112018

O Facebook atingiu a marca de 127 milhões de usuários ativos mensais no Brasil no primeiro trimestre de 2018. Ter uma página nessa rede social não é nenhum difícil, mas torná-la interessante para o seu público pode ser se você não souber por onde começar.

As pessoas gostam de informação, isso é um aspecto a ser levado em consideração quando for pensar em estratégias de divulgação. Posts só comerciais, ou seja, divulgando o seu produto e/ou serviço são importantes, até mesmo para gerar tráfego para o seu site, mas não devem ultrapassar o número de conteúdos com o objetivo de informar e interagir com os usuários. Uma dica é a cada dois ou três posts sobre os produtos da sua loja, você desenvolver e postar outros 6 apenas com o objetivo de gerar engajamento.

Investir na integração do seu e-commerce, caso tenha, com a sua página no Facebook pode ser muito eficiente para divulgar e vender seus produtos. O Facebook Ads é outra possibilidade para impulsionar as suas vendas por meio de anúncios pagos, atingindo um público específico e direcionando essas pessoas para a sua loja virtual.

O remarketing é outra estratégia que identifica as pesquisas dos usuários na internet e depois oferece resultados em forma de anúncios. – Leia mais: Remarketing: como usá-lo a favor do seu negócio.

Usar o Inbound Marketing também é muito pertinente para estratégias de venda no Facebook, porque a ideia é nutrir o público-alvo com conteúdos relevantes, gerando tráfego e leads, a fim de mantê-lo engajado, para que essas pessoas se tornem clientes.

Achou esse post muito curto e quer saber mais? Entre em contato com a nossa equipe de Gestão de Redes Sociais preenchendo o formulário: https://gestaoderedessociais.com/

EdgeRank: saiba como usar o algoritmo do Facebook a seu favor

gestão_26072018_edgerank

Você já ouviu falar em EdgeRank? Pode ser que até agora não tenha ouvido ou lido nada a respeito, mas o EdgeRank está muito presente no seu feed de notícias do Facebook. Isso porque ele é o algoritmo responsável por filtrar as publicações e mostrar o que é mais relevante para você e para todos os outros usuários.

Agora você deve estar se perguntando como ele faz isso, certo? O EdgeRank se baseia em três elementos para filtrar as publicações: afinidade, relevância e tempo. Se por um lado ele faz muitas pessoas felizes – filtrando apenas o que é relevante para elas – por outro, o algoritmo pode ser um grande desafio para empresas que têm uma página comercial no Facebook.

Por que o filtro de afinidade? Não é difícil reparar que publicações de determinados perfis aparecem muito mais do que outras. Isso nada mais é do que o resultado entre a interação dessas pessoas, ou seja, de quem posta e quem visualiza, curte, compartilha, enfim, interage com a publicação, além de visitar o perfil em questão.

Lembra da relevância? De acordo com as interações, o EdgeRank vai analisando e filtrando o que é mais relevante de ser visualizado para cada usuário. Mas não é só isso, não. Através de alguns testes, algumas publicações (como fotos e vídeos) podem ser mais relevantes do que outras, como os famosos “textões” do Facebook.

O terceiro filtro não é nenhuma surpresa, ao contrário do que diz a música nós não “temos o nosso próprio tempo”. Por isso mesmo é que as publicações mais recentes são prioridade no feed de notícias do Facebook e, portanto, são exibidas sempre à frente das publicações mais antigas.

Essa notícia caiu como uma bomba? Calma, ainda dá tempo de correr atrás e desarmá-la! A Maxisite explica como melhorar os resultados do EdgeRank!

Vimos que um dos filtros, o de relevância, dá prioridade às imagens e vídeos. Logo, por que não investir em publicações na sua página usando o algoritmo a seu favor? Aposte em imagens de cores chamativas, apele para vídeos curiosos, invista no marketing de conteúdo! Tudo isso aumenta a probabilidade de interesse das pessoas e, consequentemente, a probabilidade de cliques e interações.

Outra dica é investir em quizz, despertando no outro a vontade de participar e interagir com as perguntas. Fato é que as pessoas adoram dar sua opinião, ainda mais nas redes sociais. Usar isso a favor do seu negócio é uma decisão extremamente inteligente!
Usar os recursos que o Facebook oferece é acreditar que você está fazendo a sua parte para ajudar na visualização da sua página e na interação com as suas publicações. Por isso, use e abuse dos recursos existentes. Um exemplo de recurso no Facebook que pode ajudar (e muito) é o “Promova”, através dele você pode expandir o alcance da página. Além disso, com as métricas oferecidas pela rede social você tem a faca e o queijo nas mãos. A partir dos insights é possível ter acesso ao número de visualizações de cada publicação, quantos cliques ela teve e muitas outras informações super pertinentes para saber o que está funcionando ou não na sua rede social.

Ferramentas e modos de usar o EdgeRank a seu favor não faltam! Não podemos esquecer também de experimentar coisas novas, lembra do Growth Hacking? – leia também Growth Hacking: como implementar no seu negócio – Testar experimentos e encontrar formas de fazer as coisas acontecerem é preciso! “Navegar é preciso!”

Curtiu esse post? Nós também! Conheça a Gestão de Redes e aumente suas possibilidades de sucesso nas redes sociais: www.maxisite.net

 

Redes sociais e loja virtual: como fidelizar meus clientes?

gestaoderedes_23052018_FACEBOOK-I-BLOG

Muito tem se falado a respeito da fidelização de clientes, que inclui técnicas de gestão, atração, conversão e retenção. Pois é, fidelizar clientes tem um efeito poderoso no crescimento do seu negócio e o atendimento é um dos pontos principais para que ela aconteça.

Parece óbvio, mas atendimento não se resume apenas a atender o telefone, responder às perguntas e dúvidas ou estar presente nas redes sociais. Isso é essencial, claro, mas ainda mais importante é atender o seu cliente com cordialidade e dedicação em todos os canais de comunicação. Afinal, a concorrência no mercado é grande mas se o seu cliente escolheu a sua loja é porque foi convencido de que era a melhor escolha. Não deixar que ele mude de ideia faz parte desse contexto de fidelização. Como?

O processo de compra inicia antes mesmo da chegada do cliente à loja, certo? É a partir das ferramentas de atração, as redes sociais, que o seu cliente conhece a sua loja. Ou seja, conteúdo relevante nas mídias sociais e blogs são fundamentais para que o cliente chegue até o ambiente de compras na sua loja virtual. Nessa fase o cliente poderá conhecer os produtos e/ou serviços que você oferece, ficar por dentro ofertas e tudo o que você disponibilizar no seu site. Com a loja virtual você facilita o processo de compra para o seu cliente. Além de proporcionar segurança no processo, claro.

Fazer uma análise dos pontos positivos e negativos do seu negócio é uma ótima forma de saber o que já funciona e o que precisa ser melhorado para que você fidelize seus clientes. Para isso, você pode fazer uma lista com os seguintes pontos:

  • como trabalho nas minhas redes sociais para impulsionar as minhas vendas (?)

  • como o cliente chega à minha loja (?)

  • eles fazem alguma compra na primeira visita ao site (?)

  • eles retornam para realizar novas compras (?)

  • meus clientes indicam o meu negócio para amigos e familiares (?)

  • há desistência da compra (?) Se sim, qual o motivo mais recorrente (?)

  • como é realizado o atendimento no processo de compra do cliente (?)

  • como é feito meu pós-vendas (?)

  • como são as políticas de troca da minha loja (?)

  • as entregas são feitas dentro do prazo estabelecido (?)

Esses são somente algumas sugestões que a Gestão de Redes Sociais oferece para melhorar a experiência do seu cliente tanto nas suas redes sociais quanto na sua loja virtual.

Reflita sobre como todas as suas ações precisam estar voltadas para a fidelização e responda: você seria o seu próprio cliente?