10 VANTAGENS DE COMPRAR E VENDER PELAS REDES SOCIAIS

blog_gestao_28052019

Usar as redes sociais para vender seus produtos ou serviços é ter a inteligência estratégica de buscar constantemente novas oportunidades de negócio. Se você ainda não chegou lá, saiba que beber nessa fonte é a melhor maneira de interagir com os seus potenciais clientes e encontrar a receita para solidificar o seu negócio!

É incrível quando empresários e consumidores ganham, não é mesmo? Pois é, quem investe nas redes sociais para aumentar o fluxo de vendas encontra vantagens de ouro, assim como o consumidor, que compra sem precisar sair de casa. Viva a compra fácil!

Listamos as principais vantagens de comprar e vender pelas redes sociais, preparado?

VANTAGENS PARA A EMPRESA

1) Você alcança o público certo

Sabe aquela visita da frustração, quando você sente que desperdiçou esforços em marketing? Uma das principais vantagens de vender pelas redes sociais é ter a confiança de estar alcançando o público certo, garantida pela possibilidade de criar anúncios direcionados para um grupo específico.

segmentação-ilustração

2) Você amplia suas vendas para vários canais

4.1

Atualmente não é só através do e-commerce que você fecha uma venda, as redes sociais têm papel fundamental na conversão e já existem recursos de compra no Instagram e Facebook, por exemplo. Preços e botões de compra chegaram para facilitar a vida de quem vende e de quem compra!

3) Você reduz custos com a loja física

3

É perfeitamente normal que as lojas físicas demandem custos de manutenção, com aluguel de ponto estratégico, energia, água, contratação de pessoal, entre outras. Por outro lado, quem opta pelo empreendedorismo digital não precisa pensar nesses gastos. Isso não quer dizer que você precise fechar a sua loja, mas ampliar o seu contato com potenciais clientes através das redes sociais é uma decisão inteligente para reforçar a sua presença online e até aumentar suas vendas.

4) Você dá adeus às limitações geográficas

4e0715904d58fc664c642479470ff982

O seu bairro pode ser pequeno, mas mundo é gigante e você é do tamanho dos seus sonhos! A internet quebrou barreiras geográficas e transformou a comunicação, inclusive em termos de relações comerciais. Há alguns anos não era possível ter uma marca preferida do outro lado do mundo e receber os produtos dela em casa. Quando você opta pela venda online está dizendo sim pra essa incrível transformação e aproximando ainda mais a sua marca das pessoas, o que faz toda a diferença no mercado.

5) Você planeja melhor o seu funil de vendas

5

Se você tem um bom funil de vendas, consegue não só converter alguém interessado nos seus produtos e/ou serviços em clientes, mas também transformá-lo em um cliente fiel. Claro que é necessário ter a inteligência estratégica de não tentar vender imediatamente o produto, mas privilegiar o elo emocional com o seu potencial cliente. Aliás, a Gestão de Redes faz isso muito bem!

VANTAGENS PARA O CONSUMIDOR

1) Comprar sem sair de casa

1

O usuário está rolando o feed das redes sociais quando, de repente, encontra a oferta de algum produto que desperta seu interesse. O que fazer? Em poucos cliques, a compra é realizada. Pois é, a comodidade é uma das principais vantagens em comprar online. Além do mais, o consumidor economiza tempo e dinheiro, já que não precisa ir até a loja física.

2) Formas de pagamento diferenciadas

2.1

Esse é um argumento que faz a cabeça da maioria das pessoas: pagar via boleto bancário, transferência bancária e até por Paypal em alguns sites.

3) Privacidade

3.1

Essa vantagem ecoa no ouvido do consumidor, que tem sua privacidade mantida quando compra online. Pode parecer um argumento insuficiente, mas em alguns segmentos faz uma diferença absurda – é o caso de sexshops, por exemplo.

4) Comprar a qualquer hora do dia ou da noite

4

A loja física fecha, mas as redes sociais e o e-commerce não. O usuário pode rolar o feed de madrugada, acabar se interessando pela promoção postada há alguns minutos e não precisar esperar a loja física abrir para realizar a compra. Isso quer dizer que você nunca perderá uma venda por indisponibilidade de vendedor ou simplesmente porque ficou sem luz na loja física. Afinal, você optou por potencializar suas vendas nas redes sociais!

5) Ter acesso a opiniões de outros usuários

5.1

Confiança na hora da compra é fundamental! Nesse sentido, a opinião de outros usuários em avaliações e comentários, sobre determinado tipo de produto ou serviço, garante maior segurança na hora da compra e contribui para a compra de outras pessoas. É a mágica da prova social!

Curtiu esse conteúdo, mas ainda não tomou a decisão de vender pelas redes sociais? A gente ajuda você nesse passo importante, conheça o nosso trabalho e entre em contato: https://gestaoderedessociais.com/

5 motivos para apostar na união do Facebook Ads e Google Ads

blog_gestao_07052019

Se você ainda não usa o Facebook Ads e o Google Ads nas suas estratégias de marketing digital, essa é a hora de repensar o uso dessas duas ferramentas para alavancar suas vendas!

Já se você só usa um dos dois, também é um motivo para ficar de olho nas oportunidades perdidas. Isso porque o Facebook Ads e o Google Ads são muito mais eficientes trabalhando juntos, oferecendo aumento de alcance e do reconhecimento de marca, melhora do engajamento, condução de prospects, além de leads em alta e boa qualidade. Tá bom pra você? Nós explicamos melhor!

1) Aumento de alcance e 2) reconhecimento de marca: o Facebook oferece praticamente milhares de oportunidades na hora de gerar reconhecimento de marca, o que pode acabar lotando o topo dos funis com prospects novinhos em folha. Dessa forma, todo anúncio pode ser feito não só para para ser visto pela primeira vez e deixado de lado, mas para criar uma experiência na mente do usuário e fazer com que a marca fique em sua lembrança. Aliás, pensar nesse processo é extremamente relevante quando você quer gerar prospects. A dica é: nunca duvide da capacidade extraordinária de uma lembrança. Ela é vital para estabelecer relacionamentos com potenciais clientes e parte vital no processo de conversão. É o que todo mundo deseja, né? Converter prospects em clientes. No Google Ads as possibilidades também são diversas. Dependendo do seu objetivo no marketing, você pode optar por campanhas de pesquisa, display, vídeo, descoberta, shopping e app universal. Se você quiser saber mais sobre cada uma delas, fale com a gente!

3) Melhora do engajamento: enquanto no Facebook a pessoa não tem necessariamente uma intenção comercial de compra, na rede de display a pessoa faz uma pesquisa específica sobre a solução que ela deseja encontrar – aí é que entra você e a sua empresa ou deveria entrar! Isso quer dizer que o nível de intenção no Facebook e na rede de display são diferentes e uma não é melhor do que a outra, apenas diferentes. Por outro lado, se aproximam no sentido de que através delas é possível personalizar sua mensagem e oferta, além de otimizar o seu retorno!

4) Condução de prospects: através dos anúncios no Facebook você conduz os seus prospects pelo funil de marketing, gerando reconhecimento, consideração e, finalmente, a conversão. O Google oferece a mesma oportunidade, gerando tráfego, convertendo leads e fechando novos negócios.

5) Leads em alta e boa qualidade: imagine converter seus leads com muito mais facilidade e custo relativamente baixo? Parece sonho, mas é realidade!

Descubra mais motivos para apostar na união do Facebook Ads e Google Ads, fale com a nossa equipe: http://gestaoderedessociais.com/

Marketing de conteúdo nas redes sociais

gestao_blog_12032019(1)

Muitos empreendedores não conseguem impulsionar suas vendas atualmente, é o seu caso? O marketing de conteúdo, quando trabalhado com consistência, é capaz de trazer resultados reais para o seu negócio.

É bem comum que algumas empresas enxerguem as redes sociais somente como um veículo de relacionamento com o cliente, incluindo a resolução de problemas. Essa visão prejudica as estratégias de venda, um dos objetivos do marketing de conteúdo nas mídias sociais. Por isso, é preciso passar do cenário já ultrapassado de empreendedor somente para empreendedor digital.

O consumidor está cada vez mais consciente do que procura e, por isso mesmo, mais exigente. Há uma busca por informações rápidas e precisas, o que fortalece a função das redes sociais como intermediadoras e, por assim dizer, “motor” de negócios nos últimos anos. Afinal, as pessoas acabam usando as redes sociais – principalmente o Instagram  e Facebook – para comprar de suas marcas favoritas.

Alguns aspectos são primordiais se você quer descobrir como usar o marketing de conteúdo para impulsionar suas vendas nas redes sociais. Vamos lá?

1. Foco

Qual o foco principal de produzir conteúdo para as redes sociais da sua empresa? Claro que o uso da plataforma em si, seja o Facebook, Instagram, Twitter ou outra rede para gerar visibilidade, audiência, engajamento e autoridade.

2. Formato de conteúdo

Dependendo do formato de conteúdo utilizado é surpreendente o número de conversões. A produção de conteúdos não se limita ao formato de texto, mas também vídeos, áudios, infográficos, gifs e imagens, como já falamos em outro post aqui no blog. – Leia também 6 formatos de conteúdo de sucesso.

3. Segmentação

Outro aspecto que merece destaque é a segmentação do público, o que é muito pertinente se você  vai impulsionar um conteúdo através de uma campanha paga, por exemplo. A ideia aqui não é alcançar muita gente, mas atingir as pessoas certas.

4. Geração de valor

Se você acha que falar o tempo todo sobre a sua empresa diretamente, ou seja, através de conteúdos institucionais, é o que vai dar resultados, ainda dá tempo de mudar de ideia. Como assim? O usuário procura por conteúdo relevante, isso significa mantê-lo interessado no que você publica, respondendo dúvidas e criando um relacionamento mais de perto com o seu potencial cliente. Quem dá valor ao que você oferece é você mesmo e só depois o usuário. Por isso, reflita sobre o que tem feito nas redes sociais e otimize suas estratégias para não perder mais dinheiro.

5. Exclusividade

A sua meta principal ao criar uma página é construir uma audiência para gerar vendas, certo? Mas qual é a do usuário ao buscar por um produto ou serviço, que é oferecido da mesma forma por duas empresas diferentes? Se o produto e as informações são iguais, ele vai recorrer ao menor preço. Voltamos ao item anterior, geração de valor. Quem determina o valor é você e só então depois o seu potencial cliente. Para fazer isso, você precisa oferecer exclusividade. Aquilo que a concorrência não tem, não faz e não oferece.

6. Versatilidade

Se nós não somos os mesmos, por que oferecer sempre o mesmo para o seu cliente? Reveja seus produtos e serviços, formas de pagamento, suporte e formatos de conteúdo. Versatilidade é uma das características mais importantes para quem não quer se acomodar e abrir espaço para a concorrência.

Impulsionar suas vendas é uma batalha diária travada com você mesmo e com o que você oferece nas redes sociais, a partir do valor que você mesmo enxerga. Quanto de ‘você’ está presente e focado em otimizar suas estratégias?

 

Conheça o nosso trabalho: www.gestaoderedessociais.com

Natal: 5 dicas para você vender mais

gestão_06122018_blog

Com o Natal batendo à porta, as empresas começam a pensar em estratégias e políticas de promoções e descontos para uma das datas comerciais mais rentáveis do ano. Seguida do dia das mães, dia dos namorados, dia das crianças e dia dos pais.

A data comemorativa favorece a troca de presentes, que já começa a ser pensada com o pagamento do 13º salário. Os consumidores, cada vez mais exigentes, tendem a pesquisar os melhores preços tanto em lojas físicas quanto na internet. Aliás, o número de pessoas que faz compras online só cresce no Brasil. – Leia também Como ter um e-commerce de sucesso e bombar o seu negócio. Isso pode ser explicado pela facilidade de compra, agilidade na entrega, o não enfrentamento de filas enormes e fluxo de pessoas indo e vindo.

Quando desenvolvemos estratégias de marketing digital eficientes é necessário ter conhecimento de qual é o público com quem estamos nos comunicando. Não é diferente no Natal, quando desejamos usar as redes sociais para vender mais.  – Leia também Buyer persona: como ela pode ajudar a sua empresa.

Como o Natal é uma data que costuma ter amigo oculto, geralmente as pessoas têm muitas dúvidas na hora de escolher o presente. Uma solução é oferecer produtos com preços variados e treinar a equipe de vendas para ajudar essas pessoas na hora de escolher o presente. Isso agiliza o processo de compra e otimiza o tempo do vendedor para vender mais na loja física. – Leia também ZMOT: o momento zero da decisão de compra.

Outro aspecto que merece destaque é a decoração. Muitas lojas de rua ignoram a importância de “entrar no clima”, esquecendo que elas têm mais chance de atrair consumidores do que as lojas de shopping que majoritariamente tem uma decoração mais sofisticada. Uma decoração bem pensada é capaz de despertar a intenção de compra e fazer com que as pessoas entrem na loja.

As condições de pagamento também são um atrativo, assim como combos de produtos e descontos, tanto na loja física quanto no seu e-commerce e redes sociais. Aliás, as redes sociais são um poderoso canal de conversão para o seu site e visita à sua loja física. No Instagram, por exemplo, tem o Stories. O recurso é usado por 400 milhões de contas todos os dias, agora imagine usar esse número a seu favor no Natal? Você pode fazer sugestões de presentes de Natal até R$100,00, por exemplo, ou o preço que você quiser. As pessoas gostam de produtos e preços variados, justamente pelo número de confraternizações de fim de ano: em família, entre amigos, no trabalho, na faculdade, curso, entre outras. – Leia também Instagram Stories: segredos do recurso para vender mais.

Outra dica bem pertinente é a possibilidade de vale-presentes! Você pode oferecer na sua loja física e virtual esses cartões com valores pré-estipulados para que o presenteado escolha o que quiser de presente.

A comunicação no tom correto, com estratégias voltadas para a conversão são fundamentais para vender mais nessa época do ano. Quer saber mais? Conheça a Gestão de Redes Sociais: www.gestaoderedessociais.com e entre em contato com a nossa equipe: comercial@maxisite.net  | (24) 2237-0107 ou Whatsapp: (24) 98839-6811

Como usar o Facebook para VENDER MAIS?

gestaoderedes_23112018

O Facebook atingiu a marca de 127 milhões de usuários ativos mensais no Brasil no primeiro trimestre de 2018. Ter uma página nessa rede social não é nenhum difícil, mas torná-la interessante para o seu público pode ser se você não souber por onde começar.

As pessoas gostam de informação, isso é um aspecto a ser levado em consideração quando for pensar em estratégias de divulgação. Posts só comerciais, ou seja, divulgando o seu produto e/ou serviço são importantes, até mesmo para gerar tráfego para o seu site, mas não devem ultrapassar o número de conteúdos com o objetivo de informar e interagir com os usuários. Uma dica é a cada dois ou três posts sobre os produtos da sua loja, você desenvolver e postar outros 6 apenas com o objetivo de gerar engajamento.

Investir na integração do seu e-commerce, caso tenha, com a sua página no Facebook pode ser muito eficiente para divulgar e vender seus produtos. O Facebook Ads é outra possibilidade para impulsionar as suas vendas por meio de anúncios pagos, atingindo um público específico e direcionando essas pessoas para a sua loja virtual.

O remarketing é outra estratégia que identifica as pesquisas dos usuários na internet e depois oferece resultados em forma de anúncios. – Leia mais: Remarketing: como usá-lo a favor do seu negócio.

Usar o Inbound Marketing também é muito pertinente para estratégias de venda no Facebook, porque a ideia é nutrir o público-alvo com conteúdos relevantes, gerando tráfego e leads, a fim de mantê-lo engajado, para que essas pessoas se tornem clientes.

Achou esse post muito curto e quer saber mais? Entre em contato com a nossa equipe de Gestão de Redes Sociais preenchendo o formulário: https://gestaoderedessociais.com/